Portas e janelas fabricadas de acordo com normas técnicas são mais seguras e eficientes para o comércio e consumidores

Esquadrias não são apenas produtos para fechar vãos. Escolher portas e janelas com qualidade e que atendam aos critérios de produção definidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é garantir a preservação da saúde e a segurança patrimonial e física.

Levantamento feito pela ABRAEsP – Associação Brasileira das Indústrias de Portas e Janelas Padronizadas – aponta que esquadrias não conformes ocasionam mortes, lesões corporais, danos ao patrimônio, além de práticas enganosas ao comércio e aos consumidores. Devido à seriedade do assunto, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) promoveu um encontro com o setor para discutir o estudo de Análise do Impacto Regulatório (AIR) Preliminar de Esquadrias e a adoção de medida regulatória compulsória para portas e janelas.

“Beleza, modelo, medidas, local, material, tudo isso é importante na escolha de uma esquadria, mas mais fundamental é a qualidade, que determinará, diretamente, a segurança oferecida pelo produto. Por isso, esse encontro será decisivo não só para fabricantes, como para o comércio e consumidores”, comenta o presidente da Sasazaki - fabricante de portas e janelas de aço e alumínio -, Leonardo Kozo Sasazaki.

Por que comprar esquadrias certificadas?

Portas e janelas certificadas não causam acidentes ou lesões, infiltrações, excesso de ruídos, deformações ou até rompimentos por conta de fortes ventos, pois são feitas por indústrias que atendem aos padrões de produção, resistência e segurança previsto no Programa de Certificação de Esquadrias para Edificações, criado em 2017. “Uma esquadria mais durável exige menos manutenções. Oferece melhor desempenho no manuseio e traz mais proteção e segurança, o que valoriza o imóvel”, explica Sasazaki.

Um produto certificado:

- não entra água;
- não entra ar;
- abre e fecha pelo menos 10 mil vezes;
- é resistente;
- tem maior vida útil;
- é mais seguro;
- tem manutenibilidade como característica;
- tem um fabricante responsável pelo produto;
- melhora as condições de habitabilidade;
- não causa acidentes.