Publicaciones

 Um grupo de trabalho organizado na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) pretende apresentar, dentro dos próximos quatro meses, novas normas com diretrizes para conservação e uso de fontes alternativas de água em edificações. O trabalho é destinado a construções que se denominam sustentáveis ou que desejam se enquadrar na tipologia.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e o Senai participaram diretamente da criação do documento que vai ajudar a construir diretrizes de gestão hídrica para permitir a viabilidade técnica e econômica dos empreendimentos.

Durante 90° Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC), o presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA) do CBIC, Nilson Sarti citou a Coreia como um exemplo mundial na gestão da água está descentralizando as estações de tratamento nas cidades e criando grandes áreas verdes nas regiões de tratamento.