casa

Diversas pessoas acreditam que uma casa sustentável é aquela em que existem equipamentos “verdes” na casa como: aquecedor solar para água, telhados verdes, captação de água da chuva, lâmpadas econômicas para todos os ambientes, dentre outras adaptações para sua casa. E isto não é verdade, estes fatores fazem parte da sustentabilidade, porém não definem a mesma.

Outra forma equivocada de ver uma casa sustentável é acreditar que ao se colocar produtos ecologicamente corretos, torna sua casa um local com méritos de sustentabilidade. Pois sim, os materiais ecológicos constroem uma casa sustentável, porém outro fator importante deve ser levado em conta, é a localização. Um piso ecologicamente correto importando de um país distante destoa de todo o pensamento criado pela sustentabilidade.

Algo sustentável é aquele que em toda sua produção, e em todo o seu processo, reduz o impacto ambiental. Quanto mais sustentável uma obra, mais responsável ela será por tudo o que consome, gera, processa e descarta.

Isso se trata de tudo que envolve a construção e a decoração da casa. Um móvel com excesso de material desnecessário, como uma cadeira que tem excesso de madeira é considerada ecologicamente incorreta, pois se fosse diminuída as quantidades de matéria prima gasta em uma cadeira teriam mais produtos com menor destruição de árvores.

Além da economia no transporte de um produto mais leve, que sai mais barato, gastando menos energia e se adaptando melhor a forma de pensar sustentável. Antes de ser uma questão arquitetônica, a sustentabilidade é uma questão de ética.

O mesmo ocorre com produtos de decoração comprados em lojas com reputação duvidosa, ou sem nota fiscal. Pois produtos vindos de produções ilegais estão completamente fora dos ideais da sustentabilidade e da ética.

Alguns requisitos são completamente opostos à sustentabilidade:

Exploração de mão de obra
Operários sem carteira assinada
Matéria prima retirada de forma ilegal
Produto sem nota fiscal
Utilização de produtos que prejudiquem de alguma forma o meio ambiente
Distribuição de produtos por meio ilegal

Da escolha do terreno, mão de obra especializada (e dentro da lei com todos os registros necessários), compra dos produtos, e formas de construção, tudo deve estar dentro dos padrões necessários para construir uma casa sustentável.

Terreno

O terreno escolhido para a construção de uma casa sustentável deve estar dentro dos padrões de proteção ao meio ambiente.

Isso significa que:

Não pode ter nenhuma pendência judicial
Não pode estar dentro de ambiente de preservação
Não pode estar prejudicando outras moradias
Mão de Obra especializada

Ao pensar na Casa Sustentável, devemos pensar na forma com que ela vai ser construída, e isso não se refere apenas aos materiais e ao terreno, mas também está se referindo a mão de obra utilizada na construção.

Uma construção dentro das normas da sustentabilidade tem como requisito a utilização de mão de obra totalmente “legal”. Isso significa que todos os funcionários que irão trabalhar na construção da casa devem ter carteira registrada, serem maiores de 18 anos, e estarem tendo condições de trabalho legais.

A sustentabilidade abrange:

O programa da construção.
A concepção do Projeto.
A realização da obra.
A operação de usabilidade.

O que se espera de um projeto de casa sustentável:

Qualidade Urbana
Projeto e Conforto
Eficiência Energética
Conservação de Recursos Materiais
Gestão da Água
Práticas Sociais
Compra dos Produtos

Os produtos comprados para a construção da casa sustentável devem estar dentro de algumas normas de responsabilidade.

Todo e qualquer material utilizado na obra deve vir de um local próximo, pois se algum produto for importado de um local distante irão existir:

Gastos desnecessários com transporte.
Maior nível de poluição durante o transporte.
Excesso de mão de obra durante o transporte.
Todos os outros encargos de uma importação.

E tudo isso, todos estes processos e trabalhos, trazem um desgaste muito maior para o meio ambiente, do que se os mesmos produtos fossem comprados de um fornecedor próximo à localização da obra da casa sustentável.

Normas da Sustentabilidade – ISO

ISO: Abreviamento de: International Organization for Standardization (Organização Internacional de Normalização). O ISO tem como objetivo principal aprovar normas internacionais em todos os campos técnicos, como normas técnicas, classificações de países, normas de procedimentos e processos, e etc. No Brasil, a ISO é representada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

A ISO referente à sustentabilidade traz diversas normas e formas de utilização das mesmas, fazendo com que todas as casas sustentáveis sigam os mesmos requisitos. Recentemente, a construção ganhou normas próprias no âmbito da sustentabilidade, por meio do sistema ISO. São elas as normas ISO 21930 (2007) – Sustentabilidade na construção civil – Declaração ambiental de produtos para construção e ISO 15392 (2008) – Sustentabilidade na construção civil – Princípios gerais. É do Comitê Técnico da ISO, também, o seguinte conceito de obra sustentável:

Edificação sustentável é aquela que pode manter moderadamente ou melhorar a qualidade de vida e harmonizar-se com o clima, a tradição, a cultura e o ambiente na região, ao mesmo tempo em que conserva a energia e os recursos, recicla materiais e reduz as substâncias perigosas dentro da capacidade dos ecossistemas locais e globais, ao longo do ciclo de vida do edifício. (ISO/TC 59/SC3 N 459).

Existem nove passos principais que são o resumo das diretrizes gerais para edificações sustentáveis. stes nove passos trazem em sua estrutura as conformidade e recomendações de alguns dos sistemas de avaliação e certificação de obras mais importantes que existem.

Nove Passos para a Obra da Casa Sustentável:

Planejamento Sustentável da obra
Aproveitamento passivo dos recursos naturais
Eficiência energética
Gestão e economia da água
Gestão dos resíduos na edificação
Qualidade do ar e do ambiente interior
Conforto termo-acústico
Uso racional de materiais
Uso de produtos e tecnologias ambientalmente amigáveis

Conclusão

Vimos que uma casa sustentável não é aquela apenas que tem produtos ecologicamente corretos em sua construção, mas que está envolvida com todo o contexto de sustentabilidade.

A casa sustentável é a porta para se pensar na construção de uma sociedade sustentável e tudo que a envolve. Fazendo a intervenção que o nosso meio ambiente esta precisando. Preservando, ajudando, recuperando a harmonia perdida entre construção civil e toda a natureza.

Uma casa sustentável é melhor para a natureza e para todos os moradores, pois a sustentabilidade é uma forma de ver a vida sem divisão. Isso significa que a partir dela vemos o mundo como um todo, integrando nossa vida como seres humanos, e o ambiente em que vivemos.

Desta forma o ato de construir, decorar e viver em nossos lares, se torna algo muito mais significativo e importante. Tornando cada vez mais a nossa casa um local extremamente importante em nossas vidas.